Segurança online: as senhas mais usadas em 2016 revelam um padrão de descaso

O Keeper Security fez um levantamento das senhas mais comuns utilizadas em 2016 e o resultado é assustador. Com base em mais de 10 milhões de senhas que se tornaram públicas através de vazamentos de dados, eles estabeleceram que, dentre as 25 principais escolhas, o que reina são combinações óbvias e sequências numéricas ou de teclado.

O fato revela não só que as pessoas tem total despreocupação com a segurança de seus dados online, como também que os sites não estão exigindo a força de senhas que deveriam – a maioria das senhas, por exemplo, é composta de apenas seis dígitos: quase 17% das pessoas estão protegendo suas contas com “123456”. Confira a lista:

  1. 123456
  2. 123456789
  3. qwerty
  4. 12345678
  5. 111111
  6. 1234567890
  7. 1234567
  8. password
  9. 123123
  10. 987654321
  11. qwertyuiop
  12. mynoob
  13. 123321
  14. 666666
  15. 18atcskd2w
  16. 7777777
  17. 1q2w3e4r
  18. 654321
  19. 555555
  20. 3rjs1la7qe
  21. google
  22. 1q2w3e4r5t
  23. 123qwe
  24. zxcvbnm
  25. 1q2w3e

O estudo também revelou que os usuários alteram muito pouco ou não alteram absolutamente suas senhas. A parcela de culpa nesse caso não é somente das pessoas, que estão “acomodadas”, mas das empresas que deixam de cobrar atualizações.

Nossa vida está na internet. Estamos nas principais redes sociais, acessamos a conta do banco, armazenamos informações importantes na nuvem, etc. Por isso, é importante proteger-se online tanto quanto nos protegemos na vida offline. ????

There are currently no comments.