Cuide do seu coração com o Apple Watch

mulher-fazendo-esteira

Em tempos de agitação constante, seja no trabalho ou em outras atividades, é importante prestar atenção em alguns sinais vitais. Muitos deles, como a frequência cardíaca, nem sempre são adequadamente monitorados em meio à atribulação do dia a dia. Alguns cuidados básicos, especialmente para quem pratica esportes, podem nos livrar de problemas sérios e até salvar vidas. Por isso, o Apple Watch é ideal para qualquer um que deseje acompanhar melhor a intensidade de suas atividades diárias.

A frequência cardíaca é um dos indicadores fundamentais que nos orienta para um melhor ou pior desempenho em qualquer situação. Uma caminhada, uma corrida, um esforço pontual ou uma emoção inesperada exigem condicionamento. E podem ter acompanhamento específico graças ao app Batimentos disponível no Apple Watch. Com essa funcionalidade, é possível medir a frequência cardíaca a qualquer momento ao longo das atividades do dia.

Como o Apple Watch mede a frequência cardíaca

O sensor de frequência cardíaca do Apple Watch usa o que é conhecido como fotopletismografia. O nome é complicado, mas a tecnologia é simples. O sangue é vermelho, portanto reflete luz vermelha e absorve luz verde. Com LEDs verdes associados a fotodiodos sensíveis à luz, o Apple Watch detecta a quantidade de sangue fluindo pelo pulso. Quando o coração bate, o fluxo de sangue no pulso (e, portanto, a absorção de luz verde) é maior. Entre batimentos, o fluxo é menor. Piscando os LEDs centenas de vezes por segundo, o Apple Watch consegue calcular quantas vezes o coração bate por minuto. Ou seja: sua frequência cardíaca.

Também é possível receber notificações sobre sua frequência cardíaca quando ela superar um limite predefinido de batimentos por minuto (bpm). A média normal oscila entre 60 e 100 bpm, variando conforme o esforço físico e as condições de cada pessoa.

Prevenindo fatores de risco à saúde

A contagem de batimentos durante repouso e caminhada estão disponíveis desde o Apple Watch Series 1. Mas as possibilidades em conexão com o iPhone vão além do monitoramento da frequência cardíaca. É possível, por exemplo, armazenar os dados coletados, compartilhá-los ou obter informações como a estimativa de calorias gastas num exercício. Há também inúmeras outras funções à disposição do usuário por meio dos apps Exercício e Saúde.

Na caminhada ou em repouso; ao fazer qualquer exercício físico; durante a recuperação e os intervalos dos treinos. Em qualquer situação, o Apple Watch é uma poderosa ferramenta, que ajuda a prevenir e detectar possíveis riscos à saúde. Trata-se, indiscutivelmente, de um aliado de primeira hora para a nossa qualidade de vida.

Imagens: 1. iStock/Natali_Mis | 2. Apple/Divulgação

There are currently no comments.