Se você ainda não tem um Mac, aqui vai uma excelente notícia. A iPlace está com preços especias em alguns modelos de MacBooks. A linha Pro e a linha Air estão com valores ótimos! Tem MacBook Air de 11” (MC505BZ/A) saindo por R$2069,10 a vista!

Migrar de um PC Windows para um Mac é um grande passo. Olhando pela primeira vez, o Mac OS X pode parecer muito estranho para quem só tenha utilizado o Windows no passado. Mas com uma mente aberta e um pouco de re-treinamento, não é nada assustador, ao contrário, é realmente muito emocionante e gratificante!

Computadores Apple Mac são bem conhecidos por sua facilidade de uso, mas isso não significa que todo mundo é capaz de migrar tão facilmente. O maior problema do antigo usuário Windows é entender que a maneira como eles foram treinados para usar um computador pela Microsoft não significa que é a maneira que todos os computadores devem funcionar. É apenas a maneira como a Microsoft escolheu para fazer o Windows funcionar, o que é diferente da forma como a Apple optou por trabalhar com o Mac OS X.

Quem é fã, pode entrar em debates durante uma vida sobre quem é melhor, mas o fato é que ele são simplesmente diferentes. Como resultado, qualquer um que faz a transição do Windows para Mac precisa deixar uma série de conceitos básicos. Uma vez que um switcher faz isso, eles estarão mais abertos para aprender como funciona Mac OS X e os benefícios exclusivos que oferece.

1. Barras de menu para cada janela
Os usuários do Windows estão acostumados a ver uma barra de menu (Arquivo, Editar, Ajuda, etc) dentro de cada janela do aplicativo que tenha aberto. Por exemplo, Internet Explorer tem uma barra de menu próprio, assim como o Outlook, bloco de notas, e assim por diante. Mac OS X tem uma abordagem diferente, uma vez que só tem uma barra de menu no topo da tela que fica lá em todos os momentos com as opções de menu diferentes de acordo com o aplicativo ativo no momento.

2. Botão vermelho “X” fecha o programa
No Windows, clique no X no canto superior direito de uma janela e você “sai” do programa. O Mac OS X tem um X vermelho, mas tem uma função diferente. Ele simplesmente fecha a janela – deixando o programa em si ainda em execução. Por exemplo, se você tem 5 documentos do Microsoft Word aberto, todos eles têm janelas separadas. Clicando no X vermelho em um deles fecha a janela do documento apenas, e os outros 4 não são afetados. Você pode dizer se uma aplicação ainda está em execução pelo ponto azul brilhante abaixo de seu ícone no Dock. Para parar totalmente uma aplicação Mac, vá para o nome do programa na barra de menu e selecione Sair, ou Encerrar. Botão direito do mouse (Control+Clique) no ícone do programa no Dock e “Encerrar” funciona também. Ou, melhor ainda, basta pressionar Command + Q no teclado.

3. Duplo clique na barra de título para maximizar
O topo de uma janela no Windows e no Mac OS X é comumente referida como a barra de título. Duplo clique nesta área no Windows maximiza a janela para o tamanho total da tela. Fazendo a mesma coisa em um Mac minimiza a janela para o Dock. Você pode desativar/ativar esse comportamento em um Mac, vá para Preferências do Sistema, Aparência e marcar/desmarcar a opção “Clique duas vezes na barra de título da janela para minimizar”. Você não pode configurá-la para trabalhar como o Windows.

4. Botão Maximizar
No Mac OS X não há botão de maximizar como no Windows. Em vez disso, há um botão verde “+” de “Zoom” no canto de cada janela. O botão Zoom redimensiona a janela para ajustar o conteúdo não para preencher a tela. Não maximizar todas as janelas para a tela cheia é provavelmente a maior mudança no pensamento de um novo usuário…

5. Tecla Enter para abrir arquivos
Quando um arquivo é selecionado no Windows, pressionando a tecla Enter ele se abre no aplicativo padrão. Se você deseja abrir um arquivo quando ele é selecionado no Finder da Apple, você precisa clicar duas vezes nele ou pressione Command + O. Isso porque o Enter renomeia o arquivo selecionado em um Mac.

6. Cortar e colar arquivos
Os usuários do Windows provavelmente estão familiarizados com o conceito de “cortar” arquivos de um local e depois “colar” em outro lugar. Isto essencialmente move um arquivo de seu local original para um novo, ao contrário de fazer uma nova cópia de um arquivo enquanto o original fica colocado. Mac OS X tem o comando de cópia, mas não permite que os usuários cortem arquivos no Finder. A melhor maneira de mover um arquivo no Mac OS X é arrastar e soltá-lo. Isso pode ser feito com duas janelas do Finder (o local original e o local desejado) abrindo ambas lado-a-lado.

7. Encher o desktop com ícones
É comum para usuários do Windows encher seu desktop com atalhos para aplicativos, arquivos, pastas, etc… Afinal, o desktop é a primeira coisa que as pessoas vêem quando o computador é ligado e oferece fácil acesso para itens usados ??frequentemente. Não é uma boa ideia para os novos usuários trazerem esse hábito para seus Macs novos. Os ícones de aplicativos e arquivos estão disponíveis no Dock, então o desktop Mac é feito para ser a maioria – se não completamente – vazio. Mas isso é mais uma questão de gosto pessoal.

Em resumo, a melhor maneira é abrir a mente e usar muito seu novo Mac! Rapidamente você vai pegar o jeito e ver que você pode Mais com Mac.

There are currently no comments.